Você sabe o seu limite para ganhar dinheiro?

Todo investidor já ouviu a máxima do mercado acionário “compre na baixa e venda na alta”. Mas como determinar qual é o momento de ingressar na Bolsa de Valores e quando sair da roda?

Ultimamente, alguns investidores mais arrojados – e até mesmo alguns de perfil moderado, descontentes com os baixos ganhos da Renda Fixa – aproveitaram a maré revolta para ir ao mercado em busca de ações baratas, sem se preocupar com limite de ganho… ou pior ainda, sem ter em mente o percentual que está disposto a perder caso a bolsa continue em declínio.

Pois é, esses investidores acabaram tomando um susto nos últimos dias, semelhante ao proporcionado pelas montanhas russas: a subida lenta foi seguida por quedas vertiginosas. E aquele papel comprado a um preço considerado barato ficou ainda mais baixo.

E ao contrário dos parques de diversões, o frio na barriga da bolsa não tem a menor graça… Para quem não está acostumado com essas variações bruscas, esse movimento foi acrescido de surpresas dignas do Palácio do Terror. E ao contrário dos parques de diversões, o frio na barriga da bolsa não tem a menor graça…

Então fique com uma das mais importantes lições na hora de investir em ações: imponha limites de valorização e de perdas e respeite essas barreiras. Simplificando, reflita sobre a quantidade de dinheiro que está disposto a perder numa eventual desvalorização de suas ações.

Se o sinal amarelo acender, dê um novo destino ao seu dinheiro.

E a observação também vale para momentos de altas exuberantes da Bolsa.

Trace uma meta de ganho e mantenha-se fiel a ela. Nesse caso, a ganância pode não ser um boa conselheira. E a dinâmica do mercado não permite determinar em que momento exato haverá uma mudança de tendência.

Converse com seu consultor financeiro sobre o potencial de sua carteira. Ele tem informações atualizadas e pode auxiliá-lo a fazer o melhor negócio para proteger seu dinheiro.

MA Fonte: noticias.dino

Clique aqui caso tenha interesse e necessidade de publicar nos Jornais de Grande Circulação do Rio de Janeiro como por exemplo O Globo, Extra e Expresso.

Clique aqui caso tenha interesse e necessidade de publicar  no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro.

Clique aqui caso tenha interesse e necessidade de publicar  no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro.

Clique aqui caso tenha interesse e necessidade de publicar no Diário Oficial do Estado de São Paulo.