Internet é alternativa para vender mais no Dia dos Namorados

Não são só celebridades que aumentam as vendas do Dia dos Namorados. Para empresas que não podem investir R$ 1,8 milhão em uma campanha com #Brumar, há alternativas mais simples e ainda assim rentáveis.

O segredo é aproveitar as oportunidades de venda online, que registra avanços desde 2015.

De acordo com estudo realizado pelo Google, o Dia dos Namorados é a terceira maior data do primeiro semestre para os varejistas. Após uma recessão de 11% em 2016, as vendas para a data cresceram 4,5% em 2017, conforme dados da FecomercioSP. Nesse mesmo ano, os e-commerces também se beneficiaram, faturando 1,7 milhão, segundo a Ebit.

Mas, como o dia 12 de junho está próximo, já não dá mais tempo de usar as estratégias de marketing digital mais indicadas, como a otimização de páginas (SEO – Search Engine Optimization) ou o marketing de atração (também conhecido como Inbound Marketing), pois exigem planejamento.

Apesar disso, de acordo com Fabio Ricotta, CEO da Agência Mestre, há uma alternativa para empresas que querem aproveitar o Dia dos Namorados para vender mais. “A saída é fazer compra de mídia online. Essa é a opção que gera retornos mais rápidos no marketing digital”, diz Ricotta.

Dicas para economizar

Com uma equipe especializada, dentro da Agência Mestre, Ricotta já realizou diversos testes e conhece algumas práticas que podem minimizar os custos ao anunciar. A principal delas está relacionada à data das campanhas. “Próximo ao Dia das Mães, os anúncios inflacionaram muito, e o mesmo pode acontecer com o Dia dos Namorados. Então, minha recomendação é criar campanhas até 5 de junho. Depois desse dia, provavelmente o preço vai ficar nas alturas”, alerta Ricotta.

O CEO também indica que os anúncios sejam focados na geração de leads, ou seja, na captação do contato de possíveis clientes. Assim, quando o Dia dos Namorados se aproximar e o custo por clique subir, é possível usar a base de e-mails adquirida para ofertar produtos em meios não pagos, como e-mail marketing ou bots no Facebook.

Outra sugestão para não sofrer com a inflação dos anúncios é investir em mídias alternativas. Campanhas de vídeo ou com animações, por exemplo, são opções que as empresas não exploram muito. Ademais, anunciar para quem já conhece a marca também diminui os custos.

Em todos os casos, porém, cabe contar com profissionais especializados em compra de mídia, que saibam gerir as campanhas de acordo com os interesses e o perfil do público-alvo. Essa é a escolha certa para quem deseja economizar e, ainda assim, obter bons resultados.

MAFonte: Noticias Dino

Clique aqui caso tenha interesse e necessidade de publicar nos Jornais de Grande Circulação do Rio de Janeiro como por exemplo O Globo, Extra e Expresso.

Clique aqui caso tenha interesse e necessidade de publicar  no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro.

Clique aqui caso tenha interesse e necessidade de publicar  no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro.

Clique aqui caso tenha interesse e necessidade de publicar no Diário Oficial do Estado de São Paulo.