Empreendedorismo: abrir um restaurante requer cuidados específicos, além do fascínio pela cozinha

Eventos comemorativos em geral ou trabalho distante que impede, muitas vezes, de almoçar ou jantar em casa, são justificativas cabíveis que levam inúmeros brasileiros a procurarem um bom local para matar a fome.

Motivos como esses e a paixão pela cozinha, bem como desemprego ou sonho de ter um negócio próprio, trazem à tona a ideia de abrir um restaurante.

Saber cozinhar é uma ótima razão para seguir em frente e montar um restaurante, mas não é o suficiente para se dar bem no setor.

O controle no orçamento é um dos itens mais importantes para ganhar dinheiro, por isso a má gestão e a falta de planejamento gera mortalidade precoce de restaurantes, bares ou quaisquer outros empreendimentos.

Erros comuns como não saber calcular o preço do prato — cobrar caro ou barato demais —, desconhecimento das leis trabalhistas, uso de produtos de baixa qualidade, desentendimentos entre sócios, local inadequado, automatização precária ou descumprimento de regras estabelecidas por órgãos municipais e/ou federais, por exemplo, evidenciam que trabalhar no ramo alimentício — fora do lar — parece ser simples, porém, os desafios diários exigem atenção e amplo conhecimento no ramo.

De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o primeiro passo é formatar um plano de negócios (mapa de percurso) e verificar quais serão as formas de atuação (à la carte, self-service, delivery, fast-food, rodízio, entre outros).

Logo, profissionais específicos devem ser consultados, seja para dar dicas que podem ser úteis na fase inicial da abertura do estabelecimento ou para assegurar a manutenção do negócio.

A partir de então, a escolha de pratos oferecidos, bebidas, estrutura do estabelecimento, cores, móveis, funcionários, equipamentos básicos para cozinha industrial e gerenciamento do negócio são itens necessários para ótimos resultados.

Pé no chão e ideias nas nuvens
Empreender é estar disposto a enfrentar desafios. É aprender constantemente com os diversos erros e valorizar cada acerto. Espírito empreendedor, dedicação, planejamento, gestão, funcionários capacitados, produtos de qualidade, equipamentos específicos para a cozinha, bem como a automação comercial para agilidade interna (softwares de gestão), por exemplo, são pontos que garantem aptidão, solidez no mercado e, sobretudo, sucesso no segmento que mais cresce no Brasil e no mundo.

Por onde começar?
O Sebrae disponibiliza temas de gestão para aprimorar os conhecimentos de empreendedores. Conta com diversas informações sobre o mercado e oferece inúmeros cursos online para todo o país, além de auxiliar na elaboração de um Plano de Negócio.

MA Fonte: Noticias.Dino

Clique aqui caso tenha interesse e necessidade de publicar nos Jornais de Grande Circulação do Rio de Janeiro como por exemplo O Globo, Extra e Expresso.

Clique aqui caso tenha interesse e necessidade de publicar  no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro.

Clique aqui caso tenha interesse e necessidade de publicar  no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro.

Clique aqui caso tenha interesse e necessidade de publicar no Diário Oficial do Estado de São Paulo.