Web Design
Pássaros silvestres: para criar em cativeiro só com licença do Ibama PDF Imprimir E-mail
Notícias - Meio Ambiente

Apesar de toda propaganda e campanha nas mídias nacionais, pássaros silvestres como coleiro, trinca ferro, sabiá, canário-da-terra e tantos outros continuam sendo encontrados em gaiolas e em situações deprimentes.

 

O Ibama constantemente tem feito apreensões de pássaros silvestres, com os infratores sendo presos e processados. Em Petrópolis, este trabalho de fiscalização e apreensão é feito pelo Grupamento de Proteção Ambiental, da Guarda Municipal, ligado à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

De acordo com informações do GPA, em 2011 foram realizadas cerca de 700 apreensões de pássaros e animais silvestres. A maior parte corresponde ao pássaro xanxão, espécie migratória da Argentina, atualmente em extinção. Também foram apreendidos coleiros, tico-ticos, trinca-ferros, papagaios, araras azuis e o recolhimento de preguiças.

Todos os animais apreendidos são submetidos a exames veterinários após o registro da ocorrência. Caso estejam aptos para soltura, são destinados à Reserva Biológica de Araras. Em caso negativo são encaminhados à clínica veterinária do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), em Seropédica. A infração pode acarretar pena de seis meses a dois anos, além de multas que variam de R$ 500 a R$ 5 mil por animal apreendido.

De acordo com o Ibama, quem quer ter um pássaro ou qualquer animal silvestre em casa precisa ter licença e oferecer ambiente adequado, com espaço suficiente para eles viverem. No site do Ibama, a pessoa interessada em ter um animal silvestre encontra informações sobre o que é necessário: “respeito as características comportamentais do animal, cuidados com a sua alimentação, prevenção e tratamento de doenças, fornecimento de abrigo, alimentação e segurança adequados e respeito às leis vigentes”.

Ainda segundo o Ibama, as pessoas devem escolher sempre por animais criados em criadouros autorizados pelo instituto, cercado de todos os cuidados veterinários e que já venha marcado, sexado, com nota fiscal e de forma legal. Mesmo sendo permitido manter animais e pássaros silvestres em casa, desde que tenham licença do Ibama, ambientalistas e defensores dos animais defendem que estes pássaros e animais sejam mantidos em liberdade, soltos na natureza e jamais em cativeiros, mesmo que estes tenham as condições ideais.

O objetivo de tornar legalizada a manutenção dos animais silvestres em criadouros privados é combater o tráfico destes animais. Desde 1993 o Ibama publicou diversas portarias e instruções normativas, com o intuito de ordenar a criação de animais silvestres em cativeiro, nascendo assim os criadouros.

A existência desses criadouros é prevista na Lei de Proteção à Fauna - Lei nº 5197/67, na Lei de Crimes Ambientais - Lei nº 9605/98 e no decreto que regulamentou essa lei, o Decreto nº 3179/99.

 

Fonte: Tribuna de Petrópolis – O melhor Jornal de Petrópolis e Distritos

 

 

Como Publicar Missas, Avisos Fúnebres e Religiosos em O Globo


Anuncie nos Classificados do Jornal Extra


Anuncie nos Classificados de O Globo


Anuncie nos Classificados do Jornal Expresso

 
Banner
Banner
Banner
 
Banner
  • Boa Chance
  • Morar Bem
  • Vida Ganha
  • Extra Imóveis
Banner

Publicidade

JORNAL DIÁRIO EM TERESÓPOLIS
Clique no link acima para publicar em Jornal Diário de Teresópolis / RJ
E-mail: diariotere@publicaranuncios.com.br
CAP CONTABILIDADE
40 anos de bons serviços.
Contabilidade de empresas, escrituração fiscal e comercial.
Tel:(21)2527-1858 / 2527-2153
E-mail: capcontab@gmail.com
Banner
JORNAL DIÁRIO EM MACAÉ/RJ
Clique no link acima para publicar em Jornal Diário de Macaé / RJ - Diário da Costa do Sol E-mail: diariomacae@publicaranuncios.com.br
JORNAL DIÁRIO EM CABO FRIO / RJ
Clique no link acima para publicar em Jornal Diário em Cabo Frio / RJ e Região dos Lagos - Folha dos Lagos
E-mail: flagos@publicaranuncios.com.br

Siga-nos no Twitter

Fique Informado !

Cadastre seu e-mail para receber os Informativos!

Enquete

Voce dirige após ingerir bebida alcoólica?